Pediatra como deve ser a rotina de consultas do seu filho

É um equívoco comum acreditar que a criança deva ser encaminhada ao pediatra apenas quando sua saúde estiver prejudicada. Enquanto seus corpos não estão completamente formados, sua resistência a doenças também não. Por isso, é preciso investir na prevenção.

 

O ideal é que já na gravidez a mãe visite o pediatra. Estabelecer uma relação de confiança com um profissional que acompanhe o desenvolvimento da criança desde seu nascimento pode ser um grande diferencial na identificação e prevenção de problemas de saúde.

 

Após o nascimento, sugere-se que as visitas ao pediatra – com exceção de situações de necessidade – sigam uma progressão baseada no desenvolvimento do corpo, da resistência e do sistema imunológico da criança. Durante o primeiro mês de vida, recomenda-se um total de 3 visitas para observação.

 

A partir do segundo mês até o sexto, são recomendadas visitas mensais. Se não houver nenhuma complicação, e a saúde do bebê estiver bem, as visitas se tornam bimestrais. Com dois anos de idade, o período se torna trimestral. Com cinco, semestral.

 

Entre os 6 e 18 anos, o corpo da criança já adquiriu mais resistência e autonomia. Até a maioridade, uma visita anual para checagem é o bastante para garantir que a saúde seja mantida em dia e nenhuma condição indesejada pegue a família de surpresa.

 

A GASTROMED tem profissionais preparados para atender pessoas em qualquer fase da vida. Entre em contato conosco e agende sua consulta.



WhatsApp chat