Gastromed | Gastroplastia x Bariátrica
 
blank

Gastroplastia x Bariátrica

A cirurgia bariátrica é, hoje, um dos mais populares e eficientes procedimentos de combate à obesidade que existem. Mas ela divide a atenção com outros procedimentos, como a gastroplastia endoscópica. E aqui é preciso esclarecer: na verdade, não se trata de procedimentos “concorrentes”. São variações do mesmo tema, sendo procedimentos restritivos que visam o emagrecimento do paciente.

Isso porque a obesidade é uma doença que possui diversos níveis de gravidade e que afeta o corpo de maneira diferente, dependendo das características individuais de cada paciente. Por isso, nem sempre a abordagem que funciona melhor para um paciente irá funcionar tão bem para outro. 

Algo que poucos sabem é que não existe “a” cirurgia bariátrica, como em um procedimento único realizado sempre da mesma forma. A cirurgia bariátrica é um termo que envolve algumas abordagens diferentes, dependendo da necessidade do paciente.

Um exemplo: a cirurgia bariátrica é indicada, no geral, para pacientes cujo IMC (Índice de Massa Corpórea) está ou já ultrapassou 40 kg/m², ou seja, já está em condição de obesidade mórbida, ameaçando a vida da pessoa. Entretanto, algumas pessoas possuem comorbidades sérias, muitas vezes provocadas pela própria obesidade, que exigem uma intervenção prévia. Nesse caso, é possível realizar a bariátrica a partir do IMC 35 kg/m².

Por isso, para saber se você é elegível para realizar uma cirurgia bariátrica ou uma gastroplastia endoscópica, é importante conversar com bastante calma e atenção com seu médico para que a melhor abordagem para você seja decidida. 

Entre as principais abordagens da cirurgia restritiva, destacam-se três métodos:

  • Bypass Gástrico: Recomendado para IMC 40 kg/m² ou acima; ou no caso de IMC 35 kg/m² com comorbidades associadas. É um procedimento altamente eficiente, mas reservado apenas aos casos mais graves, pois envolve uma mudança drástica no corpo. Nele, o estômago é grampeado e o início do intestino desviado. Isso diminui a capacidade de reter alimentos e aumenta a saciedade de forma mais fácil;
  • Sleeve Gástrico: Esse procedimento e considerado restritivo e metabólico. Aqui, o estômago é transformado em um tubo, restringindo a capacidade de reter alimentos. É indicado para pessoas com IMC entre 35 e 40 kg/m2 com indicação de cirurgia bariátrica;
  • Gastroplastia endoscópica: Mais prática do que as intervenções anteriores, é mais curta e os pacientes podem deixar o hospital dentro de algumas horas. Isso porque a gastroplastia endoscópica, como aponta o nome, é feita através de endoscopia, ou seja, não exige nenhum tipo de remoção ou corte. No entanto, é recomendada para casos leves ou moderados, com IMC entre 30 e 40 kg/m2.

Saiba qual procedimento é o ideal para você. Entre em contato com a GASTROMED – INSTITUTO ZILBERSTEIN e agende sua consulta.91