Gastromed | Existem diversas situações em que uma cirurgia de obesidade precisa ser revisada: Entenda quais
 
blank

Existem diversas situações em que uma cirurgia de obesidade precisa ser revisada: Entenda quais

A cirurgia revisional é uma alternativa para quando a cirurgia bariátrica, não surte os efeitos projetados. É uma cirurgia reservada apenas aos casos estritamente necessários, mas existem diversos motivos pelos quais isso pode acontecer. Selecionamos e explicamos alguns dos principais para você. Confira:

  • Reganho de peso: Quando o paciente volta a ganhar peso mesmo após o procedimento. Existem diversas razões para isso, que podem ser tanto psicológicas quanto físicas, como no caso de dilatação da anastomose.
  • Ausência de perda efetiva de peso após o procedimento: O corpo humano tem uma forte tendência a se adaptar. Isso significa que, em alguns casos, apesar da restrição do estômago a perda de peso pode não ser tão significativa. Alternativamente, a falta de adaptação psicológica também pode prejudicar o processo, exigindo a revisional.
  • Tratamento de complicações após a cirurgia: A cirurgia bariátrica mexe com a região do estômago. Isso pode provocar úlceras, fístulas gástricas, refluxo severo e intratável, Dumping e oclusões intestinais. A cirurgia revisional pode corrigir o problema.
  • Tratamento de diabetes em pacientes com controle metabólico inadequado: Novamente, a cirurgia bariátrica mexe com o sistema digestivo. Isso pode interferir no sistema metabólico. A cirurgia revisional pode interromper esse processo.
  • Conversão para outra técnica em casos de não adaptação por parte do corpo do paciente: Existe mais de um tipo de cirurgia bariátrica, e muitas vezes o corpo do paciente pode não se adaptar à escolha feita pelo cirurgião. A cirurgia revisional pode alternar para outra técnica e recolocar o paciente novamente no caminho da perda de peso.
  • Casos de anemia ou desnutrição: Existem situações em que a cirurgia bariátrica pode prejudicar a absorção de nutrientes por parte do estômago, gerando anemia e desnutrição. A cirurgia revisional permite ao cirurgião corrigir esse problema.
  • Surgimento de aderências ou hérnias internas: Mais um sintoma possível decorrente da mudança no estômago feita pela cirurgia bariátrica. Para evitar que essas aderências e hérnias se agravem, a cirurgia revisional é indicada.
  • Síndrome “Candy Cane”: Essa síndrome representa um comprimento excessivo da alça alimentar próxima a gastrojejunostomia, que pode causar sintomas gastrointestinais de desconforto que incluem refluxo, perda de saciedade e náuseas. A cirurgia revisional pode tratar esse problema.

Quer saber mais sobre a cirurgia revisional? Entre em contato com a GASTROMED – INSTITUTO ZILBERSTEIN e agende sua consulta.