Gastromed | Teste respiratório para intolerância a lactose
 

Teste respiratório para intolerância a lactose

TESTE RESPIRATÓRIO PARA A DETECÇÃO DE INTOLERÂNCIA A SUBSTÂNCIAS COMO A LACTOSE

 

Muita gente sofre com os desconfortos abdominais causados pela má absorção de carboidratos, como náuseas, vômitos, dor aguda e gases. Sofre ainda mais quando descobre que buscar pelos alimentos culpados com exames tradicionais envolve a extração de sangue repetidas vezes, dificultando o exame principalmente em se tratando de crianças.

 

Os testes respiratórios de hidrogênio foram desenvolvidos para mudar esta história, pois são a mais avançada solução para o diagnóstico de intolerâncias alimentares.

 

PRINCÍPIO BIOLÓGICO

 

Os carboidratos são absorvidos por enzimas no intestino delgado. Com a baixa quantidade ou ausência das enzimas, eles chegam ao cólon e são digeridos por bactérias, fazendo a fermentação bacteriana. Este processo resulta em água, ácidos e gases, especialmente o Hidrogênio (H2) e o Metano (CH4), que só as bactérias conseguem produzir no corpo humano.

 

O teste respiratório de hidrogênio mede justamente a concentração de H2 no ar expirado, permitindo avaliar a má absorção do carboidrato e a superpopulação bacteriana.

 

Lactose, frutose, sacarose, glicose, sorbitol, lactulose e xilose: São todos carboidratos detectáveis em pacientes de todas as idades, inclusive bebês.

 

SOBRE O EXAME

 

O teste é não invasivo e de simples realização.

 

O paciente deve fazer uma dieta antifermentativa na véspera e jejum de 8 horas, além de deixar de fumar uma hora antes.

 

O exame começa com um enxágue bucal. Em seguida, o médico mede a concentração basal de Hidrogênio e o paciente ingere o carboidrato que será estudado. São feitas coletas regulares de ar que são analisadas por um programa de computador e podem levar até 180 minutos.

 

Ao final deste tempo, o diagnóstico está pronto!

Contato