Gastromed | Entrevista – Mavy Rose Infosato
 

Entrevista – Mavy Rose Infosato

“Miss gordinha 2000” queria vida mais saudável

 

  • Por que emagrecer se ganhou o título de “miss gordinha”?

 

Pois a vontade de emagrecer, de ter uma vida mais saudável, era maior que a vontade de aparecer em TV e peças publicitárias que o título poderia propiciar. Existe muita discriminação. Espaços na mídia prometidos apresentavam-se bem menores do que efetivamente deveriam ser. Muitos jornalistas destorciam o que dizia, mudavam o teor. Perdi totalmente a motivação do título.

 

  • A que tipo de cirurgia se submeteu?

 

Cirurgia de banda intragástrica realizada pelo Prof. Dr. Bruno Zilberstein.

 

  • O que a motivou a realizar esta intervenção cirúrgica?

 

Minha mãe já era paciente do doutor na parte de gastroenterologia. Vim então conversar com ele com a finalidade de conhecer os processos disponíveis para o meu caso após uma pequena briga de trânsito onde fui xingada de “gorda”. Para mim, aquilo foi a gota d´água. Foi até um impulso para mudar minha condição. Fiquei sabendo que o professor realizava este tipo de cirurgia através de uma reportagem. Embora minha mãe já fosse paciente dele, a reportagem me encorajou mais.

 

  • O que ele lhe aconselhou?

 

Ele foi muito direto e objetivo: eu teria de, além de me submeter à cirurgia, mudar meus hábitos alimentares.

 

  • Quanto você pesava antes da cirurgia e hoje, após um mês de sua realização?

 

Pesava 95 Kg e, agora, após um mês, estou com 88Kg, o que representa um decréscimo de 7Kg. E, para ser sincera, ainda não estou seguindo à risca todo o tratamento proposto; não deixei de comer tudo… Ainda dou minhas beliscadas e, mesmo assim, emagreci bem nestes primeiros 30 dias… Estou bastante satisfeita e motivada!

 

  • Qual foi a mudança sentida na sua qualidade de vida, antes e depois?

 

Na realidade, nunca me privei de nada por ser gorda. Eu me sentia muito incomodada pelo que as pessoas diziam. Comentários, olhares e atitudes preconceituosas. Classifico, por exemplo, como o mesmo preconceito que algumas pessoas de origem branca têm pelos negros. É terrível e deve ser coibido. Não consegui conviver com isso… é muito difícil! Neste quesito, já estou sentindo melhora.

 

Apesar de sempre ter praticado esportes, agora o faço com mais disposição, vontade e saúde. Certamente, por estas inúmeras explicações, minha qualidade de vida melhorou significativamente.

 

  • E quanto ao título, agora ele já era, não é?

 

(risos) Pois é, agora pretendo mesmo é divulgar a cirurgia…

 

  • E pretende agora ganhar que título?

 

(risos) Não pretendo mais ganhar nenhum título; basta ficar magra que já estarei ganhando muita coisa.

 

  • Como consideração final neste nosso bate-papo, qual a mensagem que envia ao prof. Dr. Bruno e todos os seus colaboradores?

 

A clínica é muito boa; excelente! Quanto ao professor, nem tenho palavras para descrevê-lo; ele é sensacional… Aliás, sensacional ainda é pouco para descrevê-lo. Ele é um profissional na qual confiei de olhos fechados e não me arrependo; pelo contrário, recomendo.