Gastromed | 4º: MITO – O paciente é sedado e um pequeno corte é feito no abdômen para a colocação do balão intragástrico.
 
blank

4º: MITO – O paciente é sedado e um pequeno corte é feito no abdômen para a colocação do balão intragástrico.

A GASTROMED – INSTITUTO ZILBERSTEIN continua sua série sobre os mitos e verdade envolvendo o balão intragástrico. E no post de hoje:

4º: MITO – O paciente é sedado e um pequeno corte é feito no abdômen para a colocação do balão intragástrico.

O balão é inserido no paciente por via endoscópica, utilizando o orifício natural da boca para fazer o caminho até o estômago. É mais uma vantagem em relação à bariátrica: não exige nenhum tipo de incisão, facilitando o procedimento em si e a recuperação do paciente.

Ao chegar no estômago, o balão será inflado com um tipo de soro fisiológico especificamente desenvolvido para esse fim. Ao ser inflado, o balão irá causar o efeito restritivo que irá diminuir a capacidade do estômago de receber e armazenar comida, provocando o emagrecimento do paciente.

Uma de suas maiores vantagens é que é um raro caso de procedimento temporário e reversível. O objetivo do balão é, na maior parte dos casos, auxiliar o paciente no processo de perda de peso que já realiza tratamentos conservadores, ou seja, de reeducação alimentar e física, além de acompanhamentos nutricional e psicológico. 

Ali, o balão irá permanecer até que a meta de emagrecimento tenha sido atingida. Então, ele será desinflado através do mesmo processo e retirado do paciente. Essa meta é variável, dependendo exclusivamente da avaliação médica, mas normalmente esperam-se seis meses para que ele seja retirado. Quando as metas de peso e saúde estabelecidas pelo médico são atingidas, o balão é retirado.

Uma dúvida comum está relacionada ao potencial perigo de o balão estourar no estômago. Isso não é possível. O balão é feito de um tipo de silicone pensado justamente para resistir ao ambiente hostil de materiais ácidos que existem no estômago. Ele é completamente seguro e, como dito, só será retirado através de decisão médica.

Portanto, os pacientes não precisam se preocupar: a balão intragástrico é uma técnica reversível que não usa cortes e incisões, e é completamente segura.

Quer saber mais sobre esse procedimento? A GASTROMED – INSTITUTO ZILBERSTEIN está pronta para ajudar. Entre em contato e agende sua consulta.