Gastromed | Hérnia abdominal
 
blank

Hérnia abdominal

A hérnias abdominais são bastante conhecidas por causarem protuberâncias destacadas. Não são o único sintoma desse problema, que pode ser bastante incômodo, provocando dores intensas, comuns ao fazer esforço físico, tossir ou espirrar, ou o esforço feito para evacuar. Embora seja uma condição conhecida, ela é até mais comum do que se imagina.

Hérnias surgem quando uma parte das nossas vísceras – os órgãos “moles”, por assim dizer, que existem na região do nosso abdome, como o intestino – escapam por entre as fibras da musculatura da região. No geral, isso acontece por causa de uma fraqueza que acontece nos músculos do abdome, o que faz com que essa musculatura não consiga “segurar” as vísceras adequadamente.

Existe mais de um tipo de hérnia abdominal, incluindo:

  • Hérnia inguinal – Ocorre na virilha, e é o tipo mais comum;
  • Hérnia umbilical (ou paraumbilical) – Ocorre na região da cicatriz umbilical, e é mais comum entre recém-nascidos;
  • Hérnia incisional – Acontece em lugares onde cortes cirúrgicos foram feitos no abdome;
  • Hérnia epigástrica – Ocorre na linha acima do umbigo.

Um dos maiores perigos relacionados às hérnias é o risco de a víscera que está presa na musculatura necrosar devido à estrangulação, ocasionando morte do tecido e uma infecção grave. Entretanto, isso são apenas casos extremos, em que a hérnia não é tratada. E, felizmente, existem muitos tratamentos eficientes contra esse problema.

O diagnóstico da doença pode ser feito através de exames clínicos simples. O tratamento também depende da gravidade da hérnia. Algumas são tão simples que podem ser reposicionadas pelo médico na própria Clínica, sem grande esforço. Outras, no entanto, podem exigir uma intervenção cirúrgica.

A cirurgia corretiva de hérnia também é relativamente simples. O médico realiza uma pequena incisão na região próxima da hérnia. Ali, ele simplesmente empurra a protuberância de volta ao local adequado, enquanto o orifício é fechado com uma tela, feita de material resistente e próprio para essa correção. A cirurgia pode ser tradicional ou feita por laparoscopia, e utiliza apenas anestesia peridural ou local.

A recuperação, no geral, é pouco exigente. As recomendações incluem atitudes como evitar esforço físico pelas primeiras semanas, especialmente que envolvam o uso de musculatura abdominal. A cirurgia, como é simples, não necessita de grande observação, e dependendo do caso, o paciente pode receber alta no mesmo dia.

Quer saber mais sobre hérnias abdominais? Entre em contato com a GASTROMED – INSTITUTO ZILBERSTEIN e agende sua consulta.