Cirurgia robótica – A tecnologia em prol da saúde

Para muitos, ainda parece coisa de ficção científica, mas não é. Cirurgias médicas operadas com auxílio de robôs já são uma realidade ao redor do mundo, e também no Brasil. Muitas pessoas ainda têm muitos receios em relação ao uso dessas máquinas, se elas são realmente seguras para procedimentos muito delicados ou invasivos. E a resposta para essa dúvida é: não somente elas são seguras, como, para muitas cirurgias hoje, elas são essenciais.

 

Apesar de o nome remeter a isso, esses robôs não são autômatos, ou seja, eles não realizam nada sozinhos. Todo procedimento médico realizado com robôs é realizado por profissionais médicos. De fato, muitos desses profissionais possuem qualificações específicas para operarem utilizando robôs, o que torna tudo ainda mais seguro. A função dessas máquinas é dar ao médico a estabilidade e a segurança que não poderiam ser obtidas de outra forma.

 

Elas são indicadas particularmente para procedimentos onde mesmo uma pressão mínima pode atingir artérias minúsculas, ou um deslocamento mínimo pode atingir regiões perigosas. Esse tipo de cirurgia normalmente impõe uma pressão desnecessária sobre o médico, e as máquinas eliminam essa variável. E por serem muito mais precisas, elas geram menos danos durante a cirurgia, facilitando a recuperação do paciente pós-procedimento.

 

No caso da cirurgia do aparelho digestivo, existem diversos procedimentos complexos que se beneficiam do uso de robôs. O Brasil já tem várias experiências registradas de procedimentos de grande complexidade, como cirurgia para diverticulite, cirurgias para câncer de pâncreas, de intestino ou estômago, e nas cirurgias ginecológicas, como em casos de endometriose com comprometimento de outros órgãos.

 

A Gastromed-Instituto Zilberstein é especialista nestes procedimentos. Se você deseja saber mais ou tem a necessidade, entre em contato conosco e agende sua consulta.



WhatsApp chat