All fields are required.

Close Appointment form

BANDA GÁSTRICA AJUSTÁVEL

icon
BANDA GÁSTRICA AJUSTÁVEL

BANDA GÁSTRICA AJUSTÁVEL

banda_gastrica_ajustavel

Outro procedimento gástrico restritivo mais moderno é a Banda Gástrica, que vem ganhando terreno rapidamente, sendo um dos métodos mais utilizados na Europa. Nos Estados Unidos está em fase final do protocolo de análise para liberação pelo F.D.A, onde o número de indivíduos operados já ultrapassou 30.000 casos.

A Banda Gástrica Ajustável começou a ser desenvolvida em 1978. Desde então, já passou por algumas reformulações, chegando ao modelo que hoje é usado por videolaparoscopia. Trata-se de um balão inflável de silicone que é colocado na parte superior do estômago onde o alimento será primeiramente armazenado. Com isso, após a ingestão de pequenos volumes a pessoa sentirá saciedade.

É O PRINCÍPIO DA AMPULHETA.

O material utilizado na Banda, o silicone medicinal, já tem sido utilizado em cirurgias há cerca de 40 anos em próteses, cirurgias neurológicas e válvulas. Segundo o fabricante, a duração do material é perene, não havendo necessidade de troca ou reposição por envelhecimento ou fadiga. A troca somente é indicada em raras situações, em que haja infecção.

A cirurgia pode ser realizada por videolaparoscopia, sendo, portanto, mini-invasiva. Alguns casos podem ser operados com internação ambulatorial, ou seja, menor que 12 horas.

Outra grande vantagem é o de ser um procedimento completamente reversível, que não corta nem retira nenhuma parte do estômago, permitindo a digestão e o aproveitamento dos nutrientes.

No Estudo Sueco da Obesidade, 2 mil pacientes foram randomizados para tratamento conservador à base de dieta e para Cirurgia Bariátrica. Nos resultados do seguimento de seis anos, três pacientes do grupo cirúrgico e 27 do grupo do tratamento com dieta foram a óbito, com uma mortalidade nove vezes maior para esse grupo de pacientes.

A perda média do excesso de peso nos estudos com Banda Gástrica Ajustável varia entre 50% e 70%, semelhante ao by-pass gástrico com Y de Roux, que varia também entre 48% e 74%. Pacientes submetidos à cirurgia bariátrica obtém melhora nas diversas complicações associadas à obesidade, como a diabetes, apnéia do sono, hipertensão e hiperlipidemia.

VANTAGENS DA CIRURGIA DA OBESIDADE POR VIDEOLAPAROSCOPIA

Com o sucesso na cirurgia da vesícula, a Videolaparoscopia ganhou grande popularidade, passando a ser utilizada em diversos outros procedimentos como na hérnia de hiato, apendicite, hérnia inguinal, cistos de ovário e até doenças mais complicadas e graves como o câncer. Na evolução da cirurgia laparoscópica, a cirurgia bariátrica também encontrou o seu lugar com a técnica da banda gástrica que já vinha sendo usada desde 1984 com o abdome aberto, passando a ser empregada também pela cirurgia minimamente invasiva.

A cirurgia de Fobi-Capela e a cirurgia de Scopinaro, como foi comentado, também são realizadas na Gastromed, por videolaparoscopia.

Trata-se de procedimento onde são utilizadas cinco ou seis punções pelas quais são introduzidos os instrumentos para realização da operação e uma micro câmera para visualização da cavidade abdominal e seus órgãos. A técnica da Banda Gástrica Ajustável, vem sendo bastante utilizada em toda a Europa, México, alguns Serviços Americanos e Canadenses e na Austrália, já existindo mais de 30.000 pacientes utilizando o dispositivo em todo o mundo. A técnica reproduz exatamente os mesmos princípios utilizados pela cirurgia convencional restritiva, promovendo, portanto, a perda de peso necessária e desejável. Por outro lado, pelo fato de não precisar realizar grandes incisões, os principais riscos e incovenientes são reduzidos. O paciente pode, portanto, obter alta precoce, com pouca dor pós-operatória, minizando a possibilidade de complicações e acelerando o retorno às atividades do dia à dia. Além disso, por não grampear ou cortar o estômago, algumas complicações importantes das cirurgias aberta são praticamente eliminadas.

banda_gastrica_ajustavel2 banda_gastrica_ajustavel3

As principais vantagens da técnica da Banda e que mudaram a história da Cirurgia Bariátrica:

  • A cirurgia é considerada como minimamente invasiva, com pequenas incisões, trauma reduzido e mínima agressão cirúrgica. A cirurgia é feita sem precisar grampear, suturar ou excluir nenhum segmento do aparelho digestivo, mantendo o trânsito alimentar no seu curso normal e não interferindo com o processo fisiológico da digestão.
  • Tempo de internação é diminuído com recuperação mais rápida.
  • A banda gástrica pode ser insuflada ou desinsuflada a qualquer momento no pós-operatório sem a necessidade de novas operações, permitindo uma adequação da quantidade de alimento ingerido às necessidades e a tolerância de cada indivíduo.
  • A capacidade alimentar pode ser totalmente revertida sem nenhuma operação adicional permitindo a ingesta normal em situações onde esta é necessária, como durante a gravidez ou em caso de doenças mais graves.
  • Caso haja necessidade ou desejo do paciente, a banda pode ser retirada por outro procedimento laparoscópico a qualquer momento. A perda de peso é semelhante às demais operações.

Maiores detalhes podem ser obtidos através do e-mail: contato@gastromed.com.br.

Envie sua mensagem e aguarde resposta.


Related Posts