All fields are required.

Close Appointment form

ANDRÉIA CIMINO

icon
ANDRÉIA CIMINO

“Ganhei alto estima, satisfação, competência, voltei a estudar e a trabalhar e freqüentar locais que antes não ia”

Andréa tem 34 anos. Há dois anos procurou a Gastromed em busca de auxílio para o tratamento de obesidade. Nesta época pesava 92 kg e já havia tentado diversos tratamentos sem resultados.

  1. Você já tinha tentado tratamentos para perder peso? Quais? O que acontecia?

    Sim já tinha tentado dieta do sol, da lua, dos grãos de arroz, meta real, peso ideal, herbalife, formulas, de tudo …. No inicio das dietas ate perdia peso, mas rapidamente engordava e muitas vezes engordava ainda mais do que havia perdido.

  2. Por que procurou a cirurgia? O que a motivou?

    Encontrei na internet, procurando informações a respeito de obesidade e vi várias matérias a respeito, felizmente no buscador tinha o site da Gastromed, quando me certifiquei que atendia meu convênio não tive duvidas, marquei imediatamente a consulta e em um mês estava me operando.

  3. O que deixava de fazer por conta da obesidade?

    Deixava de tirar fotos por isso não tenho muita idéia do meu verdadeiro peso no estagio final, tinha vergonha, não fazia exercícios e não vestia roupas justas, não ia em lojas e nem Shoppings devido ao desconforto de não encontrar manequins no meu numero, ia direto na loja de gordinhos entre outras coisas.

  4. Quais as dificuldades que teve no pós-cirúrgico? Como as superou?

    Não tive dificuldades alguma no pós-cirúrgico, menos indolor que extrair um dente, minha dificuldade às vezes é superar a ansiedade em comer rápido devido ao mal habito de alimentar-me, às vezes tenho crises não sei como as chamam, mas vomito muito.

  5. Quais os ganhos que percebeu ao longo do tratamento?

    Ganhei alto estima, satisfação, competência, voltei a estudar e a trabalhar e freqüentar locais que antes não ia.

  6. Sabemos que as pessoas com excesso de peso sofrem discriminação, muitos acham que não emagrece porque não tem força de vontade, que é fraco… Você, com certeza, deve ter passado por isso e como se sente hoje?

    Hoje me sinto uma heroína em não ter dado bola a nada que diziam, dos mitos sobre a cirurgia que ainda era inovação, quem dirá hoje que já esta mais que evoluída, acho que devemos nos amar e buscar sempre o melhor para nos mesmos, custe o que custar, mesmo que o preço seja um bisturi e anestesia, valeu a pena, principalmente com a equipe e com a direção do Dr Bruno, profissional competentíssimo e muito comprometido com seu trabalho, devo minha vida a ele sem duvida, sem medo em dizer isto.

  7. Você incentivaria alguém com esses problemas a recorrer ao tratamento cirúrgico? Por que?

    Sem sombra de duvidas, publiquei toda minha trajetória no site do Gecom e de lá muitos me encaminham e-mails perguntando a respeito, como estou se recomendo, sempre encaminho eles ao profissional que eu conheço no caso o Dr Bruno , e acho que para o tipo de morbidez que eu tinha e que outras pessoas também teen não existe outro caminho menos radical, exceto se cirurgiarem o cérebro…rs

    Agradeço a equipe do Dr Bruno e a ele em especial, sempre muito atencioso e cortês com seus pacientes, muito claro, sensato e muito experiente e também ao meu plástico Dr Alexandre Y Sato crm SP 83183 quem deu os últimos retoques ao meu corpo.


Related Posts